Tempo de Recordar – nº 3

 Por Sebastião Deister

A VARIANTE DO PROENÇA

A chamada Variante do Proença foi a segunda via de penetração terrestre rasgada na área do Tinguá, tendo sido assim denominada pelo fato de ser aberta em paralelo ao Caminho Novo de Minas e por ter seus trabalhos coordenados e executados pelo Sargento-Mór Bernardo Soares Proença, cunhado de Francisco Fagundes do Amaral, o fundador do Arraial de Sebolas.

Na verdade, Garcia Rodrigues Paes fora o primeiro a receber o convite para gerenciar aquela empreitada, mas alegando sua idade avançada (já contava 61 anos em 1722, ano do início das obras) ele não aceitou tal incumbência, sugerindo o nome de Proença aos governantes da época.

 

O NASCIMENTO DE PETRÓPOLIS

Além de sua importância como meio de ligação entre o Rio de Janeiro e a Paraíba – encurtando tal viagem em mais 4 dias – a Variante do Proença ainda possibilitou o nascimento da cidade de Petrópolis. De fato, passando por ali em 1822 (meses antes da Independência), D. Pedro apaixonou-se pela Fazenda do Córrego Seco, no alto da Serra da Estrela, adquirindo-a de imediato e agregando-a à vizinha Fazenda Itamarati.

Em 1831, após a abdicação do Imperador, tais glebas passaram às mãos do herdeiro D. Pedro II, que de pronto contratou o engenheiro Júlio Frederico Köeller para traçar o plano da cidade imperial a partir daquelas propriedades.

Não obstante a Variante do Proença permitir jornadas mais rápidas entre a Paraíba e o Rio de Janeiro, o ouro dos quintos reais continuou a ser transportado, por muito tempo, pelo Caminho Novo de Minas, visto que este, por apresentar um reduzido trecho marítimo (Pilar-Iguaçu-Irajá), evitava possíveis piratarias às indefesas embarcações que singravam desprotegidas a baía de Guanabara.

A abertura dessa Variante também estabeleceu uma perfeita conexão entre outros caminhos que brotavam pelo Sertão da Paraíba e pelos flancos da Serra do Tinguá, como, por exemplo, as estradas do Couto, do Comércio e da Polícia. Por outro lado, dezenas de importantes fazendas e pequenos logradouros nasceram às margens de tal vereda, como as fazendas do Padre Correia, das Araras e do Secretário, além do Sítio do Alferes Caetano, hoje um distrito petropolitano batizado como Pedro do Rio.

 

TIRADENTES E A VARIANTE DO PROENÇA

Cumpre ressaltar que a Variante do Proença também foi palco dos trabalhos de policiamento comandados por Joaquim José da Silva Xavier, o bravo Tiradentes, em especial após sua nomeação como Comandante de Patrulha do Caminho Novo de Minas.

Com efeito, Tiradentes amealhou centenas de amizades junto aos moradores daquelas plagas, inclusive hospedando-se com freqüência no sobrado de Sebolas, de propriedade de D. Mariana Barbosa de Mattos. A capela daquele pequeno arraial, a propósito, chegou a receber uma perna do Mártir da Inconfidência Mineira, razão pela qual ali existe atualmente o interessante e instrutivo Museu Sacro-Histórico do Distrito de Inconfidência (antiga Vila de Sebolas), administrado pelo Município de Paraíba do Sul como justa recordação das andanças do famoso militar pela nossa região.

Décadas depois, o Caminho ou Variante de Bernardo Soares Proença, tão vital para o desenvolvimento de toda a região do Sertão da Paraíba e para o surgimento de Petrópolis, veio a ser convertida pelas autoridades na “Estrada Geral das Minas Gerais” que, ao lado do Caminho Novo e da Estrada do Comércio, constituiu um dos mais importantes marcos históricos e sócio-demográficos nos trabalhos de ocupação e urbanização do Centro-Sul do Estado do Rio de Janeiro.

3 Respostas para “Tempo de Recordar – nº 3

  1. Artur Taveira de Oliveira

    Ando pesquisando o traçado original da Estrada do Comércio e gostaria de receber algumas referências sobre a mesma.

    Abraço

    Artur Taveira

  2. almyr rezende

    estaremos por lá em janeiro de 2010. um abraço
    almyr – brasília df

  3. Luiz Antonio

    Caro Deister,
    A ligação facilitada pela Variante do Proença não seria entre o Rio de Janeiro e o VALE do Paraíba, e não, como consta, entre o Rio e a Paraíba?
    Obrigado pelo texto interessante! Luiz Antonio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s